“Inteligência Artificial: A Nova Fronteira da Ciência Brasileira”

19 a 24 de outubro de 2020

Trabalho 13867

ISSN 2237-9045
Instituição Universidade Federal de Viçosa
Nível Ensino médio
Modalidade Pesquisa
Área de conhecimento Ciências Humanas e Sociais
Área temática Linguística
Setor Colégio de Aplicação - Coluni
Bolsa PIBIC Ensino Médio
Conclusão de bolsa Sim
Apoio financeiro CNPq
Primeiro autor Regyane Aparecida Bittencourt Marques
Orientador ANITA MARIA FERREIRA DA SILVA
Título No ritmo do sertanejo universitário: a linguagem forja as identidades masculinas
Resumo A partir do estudo da linguagem compreendida como ação discursiva, produtora de conhecimentos e reprodutora de crenças, de valores e de identidades, este projeto de pesquisa apresentou como objetivo conseguir compreender o processo de construção identitária do ethos masculino em músicas do gênero sertanejo universitário cantadas por mulheres, mais especificamente, nas músicas “Infiel” e “Folgado”, da cantora Marília Mendonça, “Legítima defesa”, da dupla Simone e Simaria e “Separada, de Maiara e Maraísa, a partir do estudo das representações sociais contidas na linguagem utilizada nas letras das músicas.
Para tanto, foram utilizadas como base teórica os postulados de Bakhtin (1929) sobre teorias da linguagem, a teorias das representações sociais elaborada por Moscovici (2009), bem como as teorias de Abric (1998) acerca das funções das representações sociais e, por fim, as teorias de Spink (2009) sobre a utilização da análise do discurso como método de análise das representações sociais.
A hipótese que orienta esta pesquisa é que, nas canções selecionadas, podem ser encontrados trechos que demonstram a função identitária das representações sociais, na qual as representações definem a identidade e protegem a especificidade de grupos específicos, já que, assim como para Bakhtin como para Moscovici, o diálogo é impreterivelmente ideológico e é a partir da linguagem que podemos perceber as transformações sociais, mesmo aquelas que ainda estão apenas no começo. Acreditamos que, através da música popular do gênero sertanejo universitário, seja possível compreender os reflexos das representações sociais que estão em evidência na sociedade atual, contidos nas letras das canções estudadas e as implicações destas representações no modo em que enxerga-se os homens na contemporaneidade.
As análises realizadas, com base no aporte teórico selecionado, possibilitaram interpretação e reflexão acerca do comportamento masculino citado nas canções. Além disso, também foi possível compreender como ocorre o processo de formação das representações sociais contidas nas músicas, qual a função delas e qual é o impacto dessas representações para a sociedade.
Palavras-chave linguagem, representações sociais, masculino
Forma de apresentação..... Vídeo
Link para apresentação Vídeo
Gerado em 0,60 segundos.